Insanity Seeker

A Loucura o leva à verdade, assim como a Verdade o leva à Loucura.


A coisa mais misericordiosa do mundo, creio eu, é a incapacidade da mente humana em correlacionar todo o seu conteúdo.
Vivemos numa plácida ilha de ignorância em meio a negros mares de infinito, e não está escrito pela Providência que devemos viajar longe.
As ciências, cada uma progredindo em sua própria direção, têm até agora nos causado pouco dano; mas um dia a junção do conhecimento dissociado abrirá visões tão terríveis da realidade e de nossa apavorante situação nela, que provavelmente ficaremos loucos por causa dessa revelação ou fugiremos dessa luz mortal rumo à paz e à segurança de uma nova Idade das Trevas.
H.P. Lovecraft

Há Coerência?

April 26th, 2010 by Lordspy

    Devo dizer que senti um incômodo muito grande com alguma coisa na capa de uma das consideradas mais influentes, embora, felizmente, rapidamente perdendo influência, revistas semanais do País, uma em que aparece um senhor aparentando estar acime de meia idade em uma pose aparentemente “meiga” e com alguns dizeres no canto inferior direito.
    À época não sabia identificar o que me causava o incômodo: Se a foto, que aparenta, para mim, incoerência da pessoa, tanto quanto se considerarmos o contexto de alguém com mente sã, pois o semblante me lembra alguns idosos em idades senis que aparentemente apenas aproveitam a vida sorrindo não se preocupando se eles ou outros estão em decadência, quanto no contexto da pessoa séria que ela se prostra perante o público, que também quebra declaradamente o paradigma, por mostrar uma ‘meiguice’ infantil, transmitindo, impressões minhas, a imagem daquela pessoa que, como uma criança, não se preocupa com as consequencias do que pode vir a surgir de suas decisões, apenas sorri para as câmeras como se tudo estivesse lindo e maravilhoso, numa pose como se apenas ele fosse aquele que se sobressaísse.
    Ou se em relação à frase, que creio haver uma incoerência factual. A frase, que aparece entre aspas como se proferida pelo sujeito objetivo da matéria, o mesmo da foto, contrasta com o modelo percebido em suas ações. Pergunto-me, como alguém que diz aquilo possui um diferencial interno negativo (segurança, negócios, saúde, educação), isso é, em comparação aos resultados de suas ações sobre o mesmo objeto em tempos passados, com esse diferencial negativo se acentuando drasticamente quando comparado com outros objetos, mesmo no tempo presente?
    Não me deixarei claro, pois essa minha opinião é um tanto quanto radical e considerando principalmente esse assunto, o qual tanto se sabe, em relação a retaliações, e principalmente nesse momento, prefiro não ser direto. Quer saber do que falo? Pense um pouco e avalie o contexto informacional que ocorre no país, ou me pergunte. Talvez eu te responda.

No mais, fica minha pergunta: Há Coerência? Se sim, onde?

Leave a Comment

Please note: Comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.